Posted tagged ‘Sicomércio’

Google é a marca mais valiosa do mundo, aponta ranking da BrandFinance – Sicomércio Três Rios

março 22, 2011

De acordo com o ranking, a Coca-Cola deixou de estar entre os 10 primeiros postos pela primeira vez

Por Época NEGÓCIOS Online, com informações da Agência EFE

Reprodução Internet

A gigante Google é a marca mais valiosa do mundo em 2011, ao atingir a marca de US$ 44,3 bilhões, seguida da Microsoft, avaliada em US$ 42,8 bilhões, conforme o ranking publicado nesta segunda-feira (21/03) pela empresa de consultoria BrandFinance.

>>>Apple se mantém como a empresa mais admirada do mundo

De acordo com a tabela elaborada pela consultoria que se dedica a assessorar empresas sobre como otimizar sua marca, a Coca-Cola deixa de estar entre os 10 primeiros postos pela primeira vez e se situa no 16º lugar, ao ser avaliada em US$ 25,8 bilhões.

>>>Google recebe 75 mil currículos em uma semana

Nove dos 10 primeiros postos são ocupados por companhias americanas, entre elas Wal-Mart, Bank of America e Apple, sendo a única empresa de outra nacionalidade a ficar entre o Top10 foi a britânica Vodafone, que ocupa o 5º lugar com uma valor estimado de US$ 30,6 bilhões.

>>>Starbucks muda de logo para ganhar novos mercados

No 15º lugar está o banco espanhol Santander, a cuja marca se atribui um valor de US$ 26,1 bilhões, seguido da Coca-Cola – que no ano passado estava em 3º lugar – pelo McDonalds.

>>>Presidente da Gap pede para sair após desastre do logo

A BrandFinance destaca que cinco das 10 marcas mais valorizadas estão relacionadas com a tecnologia, e assinala que a Google – que em 2010 ocupou o 2º lugar do ranking – atuou estrategicamente ao ter lançado iniciativas que, embora pareçam relativamente pouco comerciais, beneficiaram sua marca, como os serviços de apoio ao resgate após os terremotos do Japão e Nova Zelândia e o desenvolvimento de um ramo sem fins lucrativos.

A marca Nokia sofre a queda mais chamativa ao passar do posto 21º ao 94º, com uma avaliação estimada em US$ 9,9 bilhões, devido a sua dificuldade para se posicionar no mercado dos smartphones, embora sua recente associação com Microsoft pode ajudar-lhe a recuperar o terreno, assinala a empresa de consultoria.

Bradesco

A marca brasileira que conseguiu a melhor classificação segundo o levantamento foi o banco Bradesco. Em 2010, o banco ocupava a 43ª posição. Neste ano, a marca subiu 15 posições e, avaliada em US$ 18,7 bilhões, ocupa o 28º lugar.

Fonte: Época Negócios

Conheça nossas redes:

Orkut
Facebook
Twitter
Site

‘Impostômetro’ atinge R$ 300 bilhões, diz associação comercial – Sicomércio Três Rios

março 22, 2011

Marca foi atingida oito dias mais cedo do que no ano passado.
Associação diz que, desde 2005, medidor só registrou aumento dos tributos.

O Impostômetro, medidor eletrônico de arrecadação tributária mantido em São Paulo pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), atingiu por volta das 12h40 desta segunda-feira (21) a marca dos R$ 300 bilhões em impostos federais, estaduais e municipais pagos pelos brasileiros desde o começo do ano.

De acordo com a ACSP, os R$ 300 bilhões chegaram este ano oito dias antes que em 2010, quando a marca foi registrada em 29 de março.

“É importante ressaltar que desde a inauguração do Impostômetro ele só apontou crescimento na arrecadação, nunca queda, já que em 2009 o valor foi atingido no dia 13 de abril. Em 2008, no dia 14 de abril”, informou a associação em comunicado.

O Impostômetro foi criado em  20 de abril de 2005.

Fonte: G1

Conheça nossas redes:

Orkut
Facebook
Twitter
Site

 

Comércio trirriense tem alto crescimento no mês de janeiro

março 17, 2011

Faturamento foi 6,4% maior, em comparação com o mesmo período do ano passado.

O setor comerciário de Três Rios e região apresentou taxas de crescimento no primeiro mês de 2011. Em comparação com janeiro de 2010, o índice de faturamento do comércio obteve um aumento de 6,4%.

Os dados são da pesquisa Opinião do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, coordenada pela Fecomércio-RJ e pelo Sindicato do Comércio Varejista de Três Rios – Sicomércio Três Rios. A análise, realizada mensalmente, tem por objetivo acompanhar a situação e as expectativas do comércio da região e servir de base para a orientação de mercado e tomada de decisões dos empresários da região.

Na pesquisa referente ao mês de janeiro, foram visitados 138 estabelecimentos da região de Três Rios, divididos em 26 diferentes setores de atividade como Supermercados, Açougues, Óticas, lojas de Material de Construção, Roupas, Calçados, Farmácias, entre outros.

Dentre os setores pesquisados, destaque para o de Calçados, que obteve as maiores taxas de crescimento, com um faturamento 13,8% maior. Em contrapartida, o setor de Veículos apresentou índices de recuo de crescimento, com um faturamento 5,7% menor do que o registrado em janeiro de 2010.

Além dos números do faturamento, foram pesquisados os índices de nível de estoque, emprego e participação lucrativa e usabilidade dos cartões de crédito.

O percentual de empresários que apontaram um nível de estoque alto na pesquisa deste mês foi de 6,2%. Em janeiro de 2010 esse número somava os 9,3%. Entre os que consideram o estoque “no ponto” a somatória deste ano alcançou os 89,9%. No ano passado, os números foram menores, 82,9%.

O nível de emprego registrou uma leve queda de 0,3 %, em comparação ao ano anterior.

O mesmo se aplica à utilização de cartões de crédito. Em janeiro de 2010 a participação dos cartões nas compras era de 29,9%. Este mês, o índice sofreu uma leve queda, passando aos 28,5%.

Expectativa de um crescimento ainda maior em fevereiro

Se os números de janeiro já são considerados bons, as expectativas dos empresários para o mês de fevereiro são ainda melhores. A expectativa é de um crescimento 4,5% maior no faturamento do que o registrado no primeiro mês deste ano.

O setor mais otimista é o de Papelaria que, devido o período de volta às aulas, espera um aumento de vendas em torno dos 22%. Já os setores de Lavanderia e Cine Foto Som se encaixam no grupo de pessimistas, estimando quedas de 3,0% e -0,9%, respectivamente.

As taxas de emprego devem permanecer equilibradas, com o número de contratações equivalente ao de demissões.

 

Conheça nossas redes:

Orkut
Facebook
Twitter
Site

Sicomércio Três Rios promove palestra para empresários da região

março 15, 2011

Na próxima sexta-feira (18), o Sicomércio Três Rios promove a palestra sobre a definição, finalidade, funcionalidade, entre outros aspectos, do HomologNet – sistema criado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) para a homologação de rescisões contratuais por meio eletrônico.

A palestra será ministrada pelo advogado Ivan Simões Garcia – Mestre em Direito Constitucional , Doutorando em Direito do Trabalho, e professor da Universidade Candido Mendes, da Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro e da Fundação Getulio Vargas.

O evento, voltado exclusivamente para empresários, é parte do projeto “Bem- vindo Empresário!”. Ação realizada em parceria com a Federação do Comércio do Rio de Janeiro (Fecomércio RJ), que objetiva, por meio de palestras, disseminar informações que sejam de interesse da classe empresarial.

A palestra acontecerá das 08h às 11h, no auditório da Unimed


Conheça nossas redes:

Orkut
Facebook
Twitter
Site

Sicomércio Três Rios promove palestra para empresários do ramo da moda.

março 14, 2011

Na próxima quinta-feira, 17 de março, o Sicomércio Três Rios promove a palestra “´Primavera- Verão 2011 – Mídias & Vitrines”.

O evento faz parte do Programa Núcleo Criativo, iniciativa que tem por objetivo levar às micro e pequenas empresas do setor da moda o conhecimento e a preparação profissional para que possam atuar no mercado, nacional e internacional, com competência e competitividade.

A palestra, voltada exclusivamente para empresários do setor, será realizada no Auditório da Unimed, com início às 10h da manhã.

 

 

Conheça nossas redes:

Orkut
Facebook
Twitter
Site

Mercado prevê aumento dos juros para 11,75% ao ano nesta semana – Sicomércio Três Rios

fevereiro 28, 2011

Copom do Banco Central se reúne a partir desta terça-feira.
Economistas também elevam pela 12ª vez estimativa de inflação para 2011.

O mercado financeiro estimou, na última semana, que o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que se reúne na próxima terça e quarta-feiras (1 e 2), subirá a taxa básica de juros da economia brasileira dos atuais 11,25% para 11,75% ao ano, informou o Banco Central nesta segunda-feira (28). Se confirmado, será o segundo aumento consecutivo dos juros no país.

O objetivo do BC, ao subir a taxa básica da economia brasileira, é tentar conter o crescimento da inflação no país. Os economistas dos bancos preveem que haverá novos aumentos dos juros no decorrer de 2011 por parte da autoridade monetária. A expectativa do mercado é de que a taxa Selic termine este ano em 12,50% ao ano.

Para o fim de 2012, a previsão do mercado para os juros básicos da economia permaneceu em 11,25% ao ano. Isso quer dizer que os analistas do mercado estimam queda dos juros no próximo ano. As previsões do mercado foram feitas por meio do relatório de mercado, também conhecido como Focus – documento que é fruto de pesquisa com analistas de bancos.

Metas de inflação
No Brasil, vigora o sistema de metas, pelo qual o BC tem de calibrar os juros para atingir os objetivos pré-estabelecidos. Para 2011 e 2012, a meta central de inflação é de 4,5%, com um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo. Deste modo, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) pode ficar entre 2,5% e 6,5% sem que a meta seja formalmente descumprida.

Inflação
O mercado financeiro também subiu, na semana passada, a sua previsão para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2011, que passou de 5,79% para 5,80%. Essa foi a décima segunda semana seguida de aumento da estimativa de inflação para este ano. Para 2012, a estimativa do mercado para o IPCA permaneceu estável em 4,78% na semana passada.

Deste modo, a previsão de inflação do mercado financeiro para este ano está bem acima da meta central estabelecida para o período, mas ainda se encontra dentro do intervalo de tolerância existente.

Crescimento econômico e câmbio
O mercado financeiro baixou, na semana passada, a sua estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2011 de 4,5% para 4,3%. Para 2012, a previsão do mercado de crescimento da economia brasileira permaneceu inalterada em 4,5%.

Nesta edição do relatório Focus, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2011 permaneceu estável em R$ 1,70 por dólar. Para o fechamento de 2012, a previsão do mercado financeiro para a taxa de câmbio recuou de R$ 1,80 para R$ 1,79 por dólar.

Balança comercial
A projeção dos economistas do mercado financeiro para o superávit da balança comercial (exportações menos importações) em 2011 subiu de US$ 11,45 bilhões para US$ 13 bilhões na semana passada.

Para 2012, o BC revelou nesta segunda-feira que a previsão dos economistas para o saldo da balança comercial avançou de US$ 7,10 bilhões para US$ 7,85 bilhões de superávit.

No caso dos investimentos estrangeiros diretos, a expectativa do mercado para o ingresso de 2011 ficou inalterada US$ 42 bilhões. Para 2012, a projeção de entrada de investimentos no Brasil avançou de US$ 42,69 bilhões para US$ 43,85 bilhões.

Fonte: G1

Conheça nossas redes:

Orkut
Facebook
Twitter
Site

Lei que reajusta salário mínimo para R$ 545 é publicada no Diário Oficial – Sicomércio Três Rios

fevereiro 28, 2011

Sanção presidencial ocorreu na última na sexta-feira (25).
Vigência do novo salário começa em março, para pagamento só em abril.

Após a aprovação do salário mínimo de R$ 545 na última semana pelo Senado Federal, a presidente Dilma Rousseff confirmou, nesta segunda-feira (28), por meio de lei publicada no Diário Oficial da União, o reajuste do mínimo – que serve de referência para o salário de 47 milhões de trabalhadores no país.

A correção do valor em R$ 35, visto que o salário mínimo estava em R$ 510 no ano passado, implicará em um aumento de despesas de cerca de R$ 10 bilhões para o governo federal neste ano, segundo estimativas da equipe econômica. A previsão do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos é de que sejam injetados R$ 211 bilhões na economia com o aumento.

Além de corrigir o salário mínimo para R$ 545, a proposta do governo, aprovada pelo Congresso, também estabelece o mecanismo de atualização até 2015. O sistema anterior, que previa o reajuste anual pelo PIB de dois anos anteriores, e a inflação do último ano, foi mantido. A correção nos próximos anos também se dará por decreto presidencial.

R$ 545 a partir de março, com pagamento em abril
O valor de R$ 545, segundo a lei aprovada pelo Congresso Nacional, começa a ter vigência a partir de março. Entretanto, o pagamento efetivo deste valor começa somente em abril (relativo ao trabalho realizado no mês anterior). Em janeiro e fevereiro deste ano, o salário mínimo foi de R$ 540.

O governo resolveu dar um aumento maior somente em meados de janeiro. Na ocasião, o anúncio foi feito pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, que explicou que o aumento de mais R$ 5, frente ao patamar do início deste ano, se deveu ao crescimento mais forte da inflação no último mês do ano passado.

Debate na Câmara dos Deputados
O reajuste do salário mínimo, que aconteceu após amplo debate na Câmara dos Deputados entre o governo, as centrais sindicais e partidos de oposição, foi considerado o primeiro teste do governo Dilma Rousseff no Legislativo.

O governo defendeu, desde o início dos debates, um mínimo de R$ 545. As centrais sindicais pediam inicialmente um salário de R$ 580, mas baixaram a proposta para R$ 560, e, o PSDB, um valor de R$ 600. No fim da votação na Câmara e no Senado Federal, acabou prevalecendo a proposta do governo federal.

Durante debate no Congresso Nacional, o ministro Mantega afirmou que o governo não poderia dar um reajuste maior, conforme o pedido dos sindicados e dos partidos de oposição. Segundo ele, seria uma incongruência dar um aumento superior a R$ 545 em um momento de cortes de gastos, no valor de R$ 50 bilhões. Mantega argumentou que um salário mínimo maior também poderia gerar mais inflação, que já se mostra alta neste início de ano.

Também na Câmara dos Deputaqdos, o presidente da Força Sindical e líder do PDT na Câmara, Paulo Pereira da Silva (SP), lembrou que a reivindicação original das centrais sindicais era de um salário mínimo de R$ 580, mas que, para “fechar acordo”, as centrais aceitaram reduzir o valor para R$ 560.

Justiça
Após a aprovação do salário mínimo pelo Congresso Nacional, a oposição informou que pretende ingressar com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para contestar o uso do decreto para fixar o valor do salário mínimo, considerado inconstitucional pelos oposicionistas.

O senador José Agripino (DEM-RN) disse que vai protocolar, junto com o PSDB e o PPS, uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no STF contra o artigo do projeto que permite ao governo editar por decreto o valor do salário mínimo até 2015.

“Vamos esperar a presidente sancionar a lei para entrarmos com uma ação no Supremo. Temos apoio de entidades e vamos batalhar para derrubar este artigo de lei na Justiça”, acrescentou o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) na semana passada.

Fonte: G1

Conheça nossas redes:

Orkut
Facebook
Twitter
Site